Verdade acima de tudo – Por José Elias


A mentira sempre aparece na relação entre formadores de opinião, atravessadores e quem está do outro lado. No voto, o político promete, chora, se ajoelha, se esquece, toca o barco pra frente e vai cantar em outro lugar. Diferença no jornalismo é porque, em alta velocidade, noticia repassada vem da fonte que se apresenta com credibilidade.

A informação de que Eduardo Canuto aceitou o desafio de ser candidato a governador, além de não ser novidade, saiu da boca dele. Até prova em contrário, trata-se de um homem de bem, cumpre suas obrigações e, diferente de muitos, não faz fuxicos. Ele estava com Rui Palmeira na Bahia e anunciou, na segunda, sua volta com a nova missão.

Qualquer desencontro na viagem do que foi publicado – na marca da exclusividade – fica por conta dos desacertos da vida pública. Aqui mesmo, por exemplo, já se divulgou “furos!” oficiais que, no outro dia, se desfizerem nas ondas dos ventos. A verdade nunca é completa, a julgar por desmentidos de “autoridades” que fofocam de olhos duros.

Segundo governo do Suruagy, empresário importante pediu uma reunião e, no gabinete, foi direto ao assunto. “Eu sei que não é verdade…” – baixou a cabeça. “Mas dá pra publicar que vou ser secretário?” – arregalou os olhos. “Os amigos vão me oferecer muitos presentes caros e, no final do mês, a gente divide, sem enrolada nenhuma!”.

Vez em quando os espertos jogam casca de banana para testar a índole de cada um. No caso citado, o cara queria usufruir da gestão do ex-governador e, depois, porque era mão de vaca mesmo. A coluna não faz intrigas, mantem fidelidade aos informantes, imprime respeito, não usa falsidade, mas também não se submete ao ridículo. (No livro Repórter da Política – tudo é mentira – no computador).

01.08.2018

Saiba mais sobre os bastidores da política alagoana em: www.blogdojoseelias.com.br

Siga o Blog do José Elias nas redes sociais:

Instagram:@blogdojoseelias.com.br

Facebook: blogdojoseelias.com.br

 Twitter: blogdojoseelias
#politica #politicalagoas #politicalagoana #eleiçoes #eleiçoes2018
#candidatos #joseeliasjornalista#blogdojoseelias#alagoas

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCom consciência leve – Por José Elias
Próximo artigoTavares deixa a eleição – Por José Elias
José Elias
José Elias iniciou na Gazeta de Alagoas no rádio e jornal. É colunista há 35 anos. Foi diretor de Comunicação da Organização Arnon de Mello e comentarista de política da TV Gazeta. Repórter nas rádios Progresso, Difusora, Palmares, Jornal de Alagoas e Jornal de Hoje. Secretário de Comunicação dos prefeitos Fernando Collor, José Bandeira, Djalma Falcão. E secretário estadual de Comunicação do governo Moacir Andrade.