Nova geração faz teste no mandato – Por José Elias


Se acertar em Brasília, Rodrigo Cunha será segunda coisa nova que aparece no retrato político de Alagoas. A primeira, aos 40 anos, Renan Filho chegou, mostrou estar preparado para fazer história e ganha aplausos das ruas. Quem entende sabe que será difícil atropelar seus passos rumo ao sucesso.

As velhas raposas começam a se retirar de campo, dando lugar às gerações dos anos 2000, como Rui Palmeira. Chegando aos cargos importantes, homens e mulheres que, por herança ou vocação, batem ponto nas eleições. Igual a jogador: pisou no gramado, olheiros dizem logo se é nuvem passageira.

Motorista do ônibus, Teotônio Vilela fez uma curva via Poço, como diria o prefeito Sandoval Caju, e atirou na mosca. Mandou passageiro Rodrigo Cunha descer e orientou ele seguir pra Jatiúca ao invés do Farol. Quase acertado pra disputar o governo, transferiu ideia para Senado, frustrando a oposição.

Ainda sem muita intimidade com o exercício do mandato, vai aprender a caminhar com carro andando. Rapaz novo, inteligente, terá que conviver com raposas que, em Brasília, dão nó em pingo d´água. Debate lá é diferente, amizade escolhida a dedo e, no plenário, precisa falar pouco e ouvir muito.

A prática vai ensinar o senador eleito a se movimentar, descobrir lugares onde possa defender interesses do Estado. Professor Vilela, que passou grande parte da vida no Congresso, sabe indicar o caminho das pedras. O parlamento é um local nobre e, com o voto na mão, vira rápido autoridade. Não pode se empolgar com o luxo do gabinete nem com a atenção exagerada dos funcionários. (No livro Repórter da Política – tudo é mentira – no computador).

11.10.2018

Saiba mais sobre os bastidores da política alagoana em: www.blogdojoseelias.com.br

Siga o Blog do José Elias nas redes sociais:

Instagram:@blogdojoseelias.com.br

Facebook: blogdojoseelias.com.br

 Twitter: blogdojoseelias
#politica #politicalagoas #politicalagoana #eleiçoes #eleiçoes2018
#candidatos #joseeliasjornalista#blogdojoseelias#alagoas

 


COMPARTILHAR
Artigo anteriorTome Nota – Por José Elias
Próximo artigoRadical e articulador (TBT) – Por José Elias
José Elias
José Elias iniciou na Gazeta de Alagoas no rádio e jornal. É colunista há 35 anos. Foi diretor de Comunicação da Organização Arnon de Mello e comentarista de política da TV Gazeta. Repórter nas rádios Progresso, Difusora, Palmares, Jornal de Alagoas e Jornal de Hoje. Secretário de Comunicação dos prefeitos Fernando Collor, José Bandeira, Djalma Falcão. E secretário estadual de Comunicação do governo Moacir Andrade.